MENU

- Diringentes



- Menu Principal


** José Miguel Nogueira - Escoteiro Chefe de Grupo
** Pedro Pereira - Aspirante Chefe Tribo Júnior
** Margarida Charouco - Aspirante Sub-Chefe Alcateia
** Paulo Pronto - Escoteiro Chefe da Alcateia
** Pedro Silva - Aspirante Sub-Chefe Alcateia
** Ana Albuquerque - Instrutora de Ambiente
** Paula Pereira
** Maria Luis
** Catarina Lopes
** Tânia Salsinha

** Sara Daniel

José Miguel Nogueira

Olá, eu sou o José Miguel, tenho 35 anos e sou o Chefe do Grupo 206. Profissionalmente falando, sou sociólogo e trabalho no Departamento de Estudos, Prospectiva e Planeamento do Ministério do Trabalho e Solidariedade em Lisboa. Sou escoteiro desde os 10 anos de idade e já fui Esc. Chefe Grupo 40 de Palmela. Para além do cargo como Esc. Chefe de Grupo, estou actualmente a trabalhar na Tribo Júnior.

Como mensagem diria que:

“Vale a pena apostar no escotismo como uma verdadeira escola de valores e de cidadania.”

-    Numa sociedade cada vez mais global, mas onde o isolamento de cada um, é também cada vez maior;
-    Numa sociedade onde o individualismo e o consumismo são metas de vida;
-    Numa sociedade onde a maioria só se preocupa consigo e com os seus interesses;
-    Numa sociedade que continua a gerar a guerra, a pobreza, e a exclusão social; 
-    Numa sociedade que diz o que deve ser dito, mas que faz o que não deve ser feito:
-    Numa sociedade onde os problemas das crianças e sobretudo dos jovens são cada vez mais actuais.

... é obrigatório INVESTIR na educação, na solidariedade, na promoção da paz e na responsabilidade do indivíduo como actor social e como construtor de uma sociedade mais justa e mais humana.

È esse, e só esse, o motivo que me faz “caminhar de calções” ... o ideal ... acreditar que ... as gerações futuras poderão a “mudar a história” ... e ... a história faz-se também de pequenas mudanças, ás vezes mais importantes que as grandes, pois o conteúdo sempre foi  superior á forma e “o essencial é invisível aos olhos”.

 È esse, e só esse, o motivo que me faz “caminhar de calções” ... votos de BOA CAÇA do
José Miguel

Paula Pereira

Olá! Chamo-me Paula Pereira, tenho 23 anos e sou arqueóloga.
Em Setembro de 2002 foi contactada pelo Chefe do Grupo 206 para integrar o grupo de Escoteiros da Bela Vista.

Desde então tenho trabalhado com a tribo júnior o que me tem dado imenso prazer e satisfação. O Grupo 206 é composto por crianças e jovens que vivem num meio agressivo que apresenta graves carências a nível social e económico.

Estas carências reflectem-se nas crianças que serão a sociedade de amanhã.
Um dos meus principais objectivos passa por trabalhar a auto-confiança e auto-suficiência de cada jovem.
Trabalhar o que há de bom em cada elemento, trabalhar o indivíduo. Penso que é fundamental, enquanto dirigente, auxiliar de modo indirecto, os jovens escoteiros, dando-lhes apenas as ferramentas necessárias que os possa levar ao seu desenvolvimento intelectual e físico. Acredito que se dermos o nosso melhor isso irá-se reflectir nos nossos escoteiros.

Maria Luis

Olá!
O meu nome é Maria Luís Nunes e tenho 29 anos. Nasci nos Estados Unidos da América mas vivo em Setúbal desde a infância.

Estudei na Universidade do Algarve e vivi em Faro durante 4 anos. Ainda não acabei o curso em que me inscrevi, Biologia Marinha e Pescas, mas estou neste momento a terminar o trabalho final que tem como título "Contributo para o Estudo do Estuário do Sado".

Trabalho no Gabinete de Ambiente da Câmara Municipal de Setúbal e tenho como principal actividade dinamizar a implementação de projectos de Educação Ambiental nas escolas dos vários graus de ensino do Concelho. Estes projectos abordam os seguintes temas: realização de hortas e jardins, compostagem e poupança de água e energia.

Nos tempos livres, gosto de fazer várias coisas: pintura com aguarelas (estou neste momento a preparar uma exposição que vai ser inaugurada brevemente), leitura e idas ao cinema. Tenho ainda um outro hobbie, o mais saboroso de todos: adoro experimentar bons restaurantes de comida exótica. A minha comida preferida é a mexicana.

Neste momento ocupo no Grupo 206 o cargo de aspirante a sub-chefe da Tribo Sénior, mas já estive envolvida na organização de actividades da Tribo Júnior. Ajudo o Zé Miguel na organização das actividades previstas para o ano 2002/2003.
Quanto aos motivos que me fizeram juntar ao Grupo, baseiam-se sobretudo no facto de pensar que para além do trabalho remunerado, todos nós deveríamos participar em algo que contribuísse para o bem comum.

Uma forte canhota,
Maria Luís

Pedro Pereira

Chamam-me Pedro Pereira tenho 24 anos e sou professor de Biologia e Geologia actualmente a leccionar no Pinhal Novo.
  
Gosto preferencialmente de ler de estar em contacto com a Natureza,no entanto tenho ainda tempo para efectuar outras actividades como seja o Escotismo.

O estar a trabalhar com jovens escoteiros é muito gratificante, pois permite-me não só desenvolver competências relacionais, mas acima de tudo conhecer e praticar estilos de vida saudáveis.

Desde Setembro de 2001 que estou a trabalhar no Grupo 206 de Setúbal e apesar de nunca antes ter estado em contacto com escoteiros ou com as actividades dos escoteiros, tem sido uma experiência muito gratificante e que me tem proporcionado momentos bastante agradáveis.

 De início é óbvio que pensei ... isto vai ser mais um passatempo, no entanto não foi isso que se passou, o grupo de trabalho acolheu-me e criou-se entre nós uma relação muito agradável e quando digo nós... refiro-me a crianças, jovens e chefes.

 Deixo este apelo no ar, se tens tempo livre, gosto pelo trabalho com crianças/jovens e se o campo não te provoca arrepios vem ter connosco, gostariamos de te conhecer e de te mostrar que todos nós - mesmo que mais velhos podemos sempre participar de um modo activo no meio que nos rodeia e acolhe! Espero por ti...

Margarida Charouco

O meu nome é Margarida Charouco e nasci em 1979 (façam as contas!).

Sou estudante de Biologia na Faculdade de Ciências de Lisboa, e como se isso já não me desse bastante trabalho, resolvi envolver-me neste projecto em Setembro de 2001. E foi assim que me tornei aspirante a sub-chefe de alcateia.

O que me motivou a aceitar esta proposta foi o facto de adorar crianças e achar que tenho muita coisa para lhes transmitir, cheguei no entanto à conclusão que estas crianças têm talvez muito mais para me ensinar, coisas que eu já esqueci ou que talvez nunca soube.

É um trabalho que me faz sentir útil e ao mesmo tempo me diverte imenso.

Paulo Pronto

Olá, eu sou o Aquelá da Alcateia. O meu nome é Paulo Pronto tenho 36 anos e sou Engº de Planeamento de Produção numa fábrica de automóveis.

Tenho uma linda filha que se chama Inês, e que me acompanha sempre que vamos para a nossa casa no Alto Alentejo. É uma zona muito bonita, longe do barulho e da poluição, estando em contacto directo com a natureza. Gosto muito de viajar, apreciar a comida típica de cada região e do convívio com os meus amigos e família.

Em Junho de 2000 foi-me lançado, pelo José Miguel, um desafio aliciante para colaborar num projecto para jovens, que iria começar no Bairro da Bela Vista.  Desde Outubro de 2000, que estou a trabalhar no Grupo 206 de Setúbal, e apesar de nunca antes ter estado em contacto com Escoteiros ou com as actividades dos Escoteiros, tem sido uma experiência muito gratificante e que me tem proporcionado momentos bastante agradáveis. De início, é óbvio que pensei ... isto vai ser mais um passatempo, no entanto não foi isso que se passou, o grupo de trabalho acolheu-me e criou-se entre nós uma relação muito agradável e quando digo nós... refiro-me a crianças, jovens e chefes.

Deixo este apelo no ar, se tens tempo livre, gosto pelo trabalho com crianças e se o campo não te provoca arrepios vem ter connosco, gostaríamos de te conhecer e de te mostrar que todos nós - mesmo que mais velhos podemos sempre participar de um modo activo no meio que nos rodeia e acolhe!

Pedro Silva

Eu sou o Pedro tenho 20 anos e sou Sun-Chefe de Alcateia.
Estou no 3º ano de psicologia e entrei para o Grupo 206 da Bela Vista, por ser uma boa oportunidade de trabalhar com crianças e uma forma estruturada de intervenção social. Apesar de não ter passado escotista, tenho tentado dar um contributo relevante dentro das minhas possibilidades e capacidades, com o qual tenho simultânemente aprendido bastante e me tem enriquecido. 

Nos meus tempos livres, gosto sobretudo de ler, sair e conversar com os amigos e de descobrir e conhecer sítios novos.

Espero continuar a ajudar o Grupo a crescer e a ser cada vez mais, uma verdadeira resposta de inserção para todos os que nos procuram.

Ana Albuquerque

Sou a Ana Nogueira, tenho 33 anos e sou arquitecta paisagista.Desempenho no Grupo duas funções distintas: apoio téncico e logístico a actividades diversas e sou instrutora na área da educação ambiental.
Neste momento, dou também uma ajuda na planificação da divisão alcateia e no Jornal "O 206".

Como instrutora do grupo na área do ambiente, o meu trabalho desenvolve-se numa linha metodológica de pesquisa, elaboração e acompanhamento das actividades de grupo e de divisão na área das ciências da natureza.

Porque julgo impossível defender aquilo que não se conhece, o nosso objectivo fundamental é a inclusão na formação específica de cada divisão e de cada etapa de progresso escotista, os novos conhecimentos científicos nesta área. É também importante rever os conteúdos das provas já existentes.

Paralelamente pretende-se incentivar em cada jovem o desenvolvimento da consciência critica e da sua responsabilidade pessoal na protecção do ambiente.

Catarina Lopes

Olá eu sou a Ana Catarina Lopes e sou arqueóloga.
Gosto de leitura, música e de visitar exposições relacionadas com a arqueologia, pintura e escultura.

O que me levou a participar no projecto "Grupo 206 da Bela Vista" ?
- A certeza de que é possível proporcionar um melhor ideal de vida aos jovens que o integram. Acredito que através das várias actividades que realizamos, conseguiremos reforçar o espirito de entreajuda e de comunidade,  quebrando a ideia  de "cada um por si", que é bastante forte na juventude de hoje.
- A possibilidade de partilhar experiências e de alertar os jovens no sentido de valorizar o espaço em que vivem, pois a qualidade do mesmo depende das nossas acções.

Por conseguinte, considero que o grupo 206 terá um peso fundamental na educação dos eus membros, não só no caso dos mais jovens, mas também na nossa ... pois nunca é tarde para aprender ... e estas crianças têm muito para nos dar !

Tânia Salsinha

Olá!
Eu sou a Tânia, tenho 24 anos e trabalho em Design de Comunicação.

Juntei-me à chefia do Grupo 206 em Outubro de 2002, passando a ser aspirante a dirigente da Tribo Júnior.

A minha disponibilidade não tem sido muita mas pretendo continuar no grupo e ajudar naquilo que puder, porque estes miúdos são fantásticos e estão realmente a contar com o nosso apoio.


Sara Daniel

Olá!
Eu sou a Sara Daniel, tenho 20 anos e estudo Enfermagem em Lisboa.

Estou a trabalhar na Tribo Júnior com o Zé, a Paula e a Tania. Infelizmente não tenho tido muita disponibilidade para poder participar com mais frequência, mas nas actividades em colaborei, gostei imenso da experiência.

Gosto muito de ler, de viajar e de debater sobre temas interessantes da nossa sociedade.

Espero continuar a ajudar este projecto, no qual acredito e acho fundamental para os nossos jovens.

Beijinhos
Sara



A.E.P. Grupo 206  - 2002